Homem atacado no metro de Paris com líquido não identificado fica em estado grave

Suspeito do crime está em fuga. Autoridades investigam ligação do ataque com episódio que aconteceu esta semana: um casal ficou ferido depois de tocar em garrafa com ácido sulfúrico que estava numa carruagem do metro.

Uma discussão no metro de Paris na manhã desta sexta-feira culminou com uma vítima em estado grave: um homem foi pulverizado com um líquido, ainda não identificado, avançam fontes policiais.

Depois do ataque, a vítima foi levada pelos bombeiros para o hospital em estado muito grave, apresentando queimaduras no rosto e nos antebraços. O suspeito do ataque, que ocorreu pelas 6:30 na estação de Bastille encontra-se em fuga, segundo o jornal francês Le Figaro .

Na noite de quarta-feira já tinha acontecido um ataque semelhante, noutra estação de metro da capital francesa:um homem e uma mulher foram vítimas de queimaduras causadas por ácido sulfúrico depois de entrarem em contacto com uma garrafa deixada nos assentos da carruagem do metro, escreveu o Le Parisien .

As autoridades estão a investigar os casos para perceber se há ligação entre eles.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Ricardo Paes Mamede

Foi Centeno quem fez descer os juros?

Há dias a agência de notação Standard & Poor's (S&P) subiu o rating de Portugal, levando os juros sobre a dívida pública para os níveis mais baixos de sempre. No mesmo dia, o ministro das Finanças realçava o impacto que as melhorias do rating da República têm vindo a ter nas contas públicas nacionais. A reacção rápida de Centeno teve o propósito óbvio de associar a subida do rating e a descida dos juros às opções de finanças públicas do seu governo. Será justo fazê-lo?