Guterres saúda cimeira e pede "paciência e apoio" para os resultados

Numa nota divulgada pelo seu porta-voz, o secretário-geral da ONU defende que "o caminho a seguir requer cooperação, compromisso e uma causa comum"

O Secretário-Geral da ONU, António Guterres, saúda a cimeira entre Donald Trump e Kim Jong-un, e considera-a "um marco importante no avanço da paz sustentável". Mas, na mesma frase, deixa como objectivo algo que não parece, à partida, garantido: "A desnuclearização completa e verificável na Península da Coreia."

Guterres sublinha que enviou uma carta aos líderes da República Popular Democrática da Coreia e dos Estados Unidos em que defendeu que "o caminho a seguir requer cooperação, compromisso e uma causa comum".

"A implementação dos acordos hoje e anteriormente alcançados, de acordo com as resoluções relevantes do Conselho de Segurança, exigirá paciência e apoio da comunidade global", prevê Guterres. "O Secretário-Geral pede a todas as partes envolvidas que aproveitem esta oportunidade importante e reitera sua disposição de apoiar plenamente o processo em andamento."

Ler mais

Premium

João Gobern

País com poetas

Há muito para elogiar nos que, sem perspectivas de lucro imediato, de retorno garantido, de negócio fácil, sabem aproveitar - e reciclar - o património acumulado noutras eras. Ora, numa fase em que a Poesia se reergue, muitas vezes por vias "alternativas", de esquecimentos e atropelos, merece inteiro destaque a iniciativa da editora Valentim de Carvalho, que decidiu regressar, em edições "revistas e aumentadas", ao seu magnífico espólio de gravações de poetas. Originalmente, na colecção publicada entre 1959 e 1975, o desafio era grande - cabia aos autores a responsabilidade de dizerem as suas próprias criações, acabando por personalizá-las ainda mais, injectando sangue próprio às palavras que já antes tinham posto ao nosso dispor.