Governo de Temer usa logótipo com bandeira do tempo da ditadura

Faltam estrelas (que simbolizam os Estados da República Federal) na esfera da bandeira brasileira do governo de Temer

O logótipo do governo de Michel Temer faz uso de uma versão da bandeira brasileira que era usada nos anos 1960, durante o período inicial da Ditadura Militar no Brasil que durou entre 1964 e 1985. O jornal brasileiro A Folha de São Paulo chamou a atenção para o pormenor: a esfera onde se sê "Ordem e Progresso" inclui apenas 22 estrelas, quando atualmente esta contém 27.

As estrelas na bandeira brasileira representam os estados da República Federal do Brasil. Na bandeira que foi usada até 1968, faltam cinco estados relativamente aos que agora surgem representados: Acre, Amapá, Roraima, Rondónia e Tocantins.

As estrelas, lembra a Folha, estão na mesma posição em que estavam no céu na manhã de 15 de novembro de 1889, no Rio de Janeiro, aquando da proclamação da República no Brasil.

O publicitário Elsinho Mouco, que criou a identidade visual do governo Temer, ainda não comentou a polémica à volta da bandeira datada.

Sobre o design, afirmou que estava a representar o espírito atual do Brasil. "Apenas liguei A com B. A faixa em amarelo e verde representa a Av. Paulista, a orla do Rio, a voz das ruas. O azul traz a cor da ética. E os dizeres de ordem e progresso sobre todos simboliza a saída para o país, o resgate destes dois valores. O governo Temer tem ao seu lado a opinião pública, precisa dela", disse, citado pelo Extra.

Ler mais

Exclusivos