Fogos na Califórnia: 12 mil bombeiros, 50 mil deslocados, cinco mortos

Cerca de 12 mil bombeiros estão envolvidos no combate a 17 grandes incêndios neste estado americano. Trump declarou o estado de emergência

Cerca de 12 mil bombeiros estão envolvidos no combate a 17 grandes incêndios na Califórnia, nos Estados Unidos da América, que já obrigaram 50 mil pessoas a sair das suas casas, segundo as autoridades locais.

Um fogo na área de Redding, cerca de 370 quilómetros a norte de São Francisco, causou cinco mortos e destruiu mais de 500 edifícios, queimando uma área de 360 quilómetros quadrados.

Uma responsável do departamento florestal da Califórnia, Lynne Tolmachoff, disse que o estado está a ser mais atingido este ano por incêndios, em comparação com a mesma época do ano passado, e alertou que a pior parte da estação ainda não chegou.

No sábado, o Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, declarou o estado de emergência na Califórnia devido aos incêndios.

Ler mais

Premium

Rosália Amorim

"Sem emoção não há uma boa relação"

A frase calorosa é do primeiro-ministro António Costa, na visita oficial a Angola. Foi recebido com pompa e circunstância, por oito ministros e pelo governador do banco central e com honras de parada militar. Em África a simbologia desta grande receção foi marcante e é verdadeiramente importante. Angola demonstrou, para dentro e para fora, que Portugal continua a ser um parceiro importante. Ontem, o encontro previsto com João Lourenço foi igualmente simbólico e relevante para o futuro desta aliança estratégica.