Finlândia aprova casamento entre pessoas do mesmo sexo

Lei foi aprovada com 120 votos a favor e 48 contra e entra em vigor a 1 de março

O parlamento da Finlândia aprovou hoje definitivamente o casamento entre pessoas do mesmo sexo, afastando uma tentativa da ala conservadora que pretendia travar a entrada em vigor da lei no próximo dia 01 de março.

Liderados pelo partido Verdadeiros Finlandeses, uma força conservadora que entrou no governo em 2015, os opositores do casamento gay tinham conseguido colocar na agenda parlamentar uma iniciativa popular que defendia a abolição da lei adotada em 2014, então aprovada por 101 votos contra 90.

O parlamento de Helsínquia rejeitou o texto e confirmou hoje a primeira votação com uma maioria ainda mais expressiva, 120 votos contra 48.

A lei sobre o casamento entre pessoas do mesmo sexo deve entrar em vigor como planeado inicialmente daqui a menos de duas semanas.

Os deputados da ala conservadora (Verdadeiros Finlandeses e os democratas-cristãos), que defendem aquilo que caracterizam como um "casamento autêntico" entre um homem e uma mulher, conseguiram reunir numa petição mais de 50 mil assinaturas de cidadãos, número que permitiu que o assunto voltasse a ser discutido no parlamento.

A Finlândia, que reconhece uniões civis entre pessoas do mesmo sexo desde 2002, era o único país nórdico que não permitia o casamento gay.

Ler mais

Exclusivos