Feijóo repete maioria absoluta na Galiza. Urkullu vence no País Basco

As urnas fecharam às 20.00 (19.00 em Lisboa) nas duas regiões espanholas e já há resultados oficiais.

Com 99,88% dos votos contabilizados na Galiza, confirma-se para já uma nova maioria absoluta do presidente da Xunta, Alberto Núñez Feijóo, com o PP a conseguir novamente 41 deputados (em 75).

O En Marea (a marca do Podemos na Galiza, que se estreia nestas eleições) surge em segundo lugar, batendo o PSOE em número de votos, apesar de ambos conseguirem eleger 14 deputados. Os socialistas perdem quatro eleitos em relação a 2012.

O Bloco Nacionalista Galego surge com seis deputados, menos um do que tinha. O Ciudadanos não consegue eleger ninguém.

No País Basco, o Partido Nacionalista Basco (PNV) do lehendakari (presidente do governo) Íñigo Urkullu venceu com maioria simples, conseguindo 29 deputados (mais dois do que nas eleições de 2012), segundo os resultados oficiais com 100% dos votos contabilizados. Fica a nove da maioria absoluta.

Em segundo lugar surge o EH BIldu, com 17 deputados (perde quatro), e o Elkarrekin Podemos (Juntos Podemos) estreia-se com 11 deputados. Os socialistas ficam com nove deputados (têm 16), os mesmos do PP (que perde só um). O Ciudadanos não consegue eleger nenhum.

O PNV não precisará de pactuar com outro partido para Urkullu ser reeleito, já que o conseguirá por maioria simples na segunda volta (na primeira precisa de maioria absoluta, que consegue com outro qualquer partido no parlamento). Nas eleições para lehendakari não é possível votar contra um candidato, impedindo-se assim o bloqueio político. Mas para não governar em minoria, Urkullu precisa de chegar a acordo com outro partido, sendo que nos últimos três anos implementou um acordo de estabilidade com os socialistas.

Ler mais

Exclusivos