"Potencialmente catastrófico". Furacão Maria na força máxima 

São esperados ventos com uma velocidade máxima de 215 quilómetros/hora

O furacão Maria ganhou força e atingiu na segunda-feira a categoria máxima de cinco, com ventos até 260 quilómetros por hora que ameaçam de forma iminente as Caraíbas, em estado de alerta, anunciou hoje o Centro Nacional de Furações.

"Maria tornou-se um furacão de categoria cinco potencialmente catastrófico" e os seus ventos "aproximam-se de Dominica", informou o Centro Nacional de Furacões (NHC) no seu boletim de previsões emitido hoje pela 01:00, hora de Lisboa.

Antes já tinham sido emitidos avisos de furacão em Porto Rico, Guadalupe, Dominica, St. Kitts, Nevis, Montserrat e Martinica.

As autoridades da região francesa de Guadalupe ordenaram a evacuação das zonas de risco.

"O autarca emitiu um decreto que proíbe qualquer pessoa de entrar e ficar em áreas identificadas de risco para cada município do arquipélago. Esses riscos dizem respeito a inundações, submersões e deslizamentos de terra", refere em comunicado.

Exclusivos