Explosão em Londres: polícia faz buscas em casa de Sunbury e retira residentes

Residentes foram retirados do local por precaução. Sunbury fica em Surrey, nos subúrbios da capital britânica

A polícia britânica está a fazer buscas este sábado numa residência em Sunbury-on-Thames, em Surrey, nos subúrbios de Londres. Segundo a BBC, as autoridades retiraram por precaução os residentes na área de Cavendish Road, estando a operação relacionada com a explosão registada ontem no metro de Londres, na estação de Parsons Green, que fez 30 feridos.

A estação britânica refere ainda que pelo menos uma residência foi evacuada e que a operação começou pelas 13:40 - mesma hora em Lisboa - tendo sido estabelecido um cordão de segurança em torno da propriedade que está a ser alvo das buscas das autoridades.

Não foi feita, até ao momento, qualquer detenção em Sunbury, que fica a cerca de 20 quilómetros de Londres. Na manhã deste sábado, a polícia anunciou a detenção de um jovem de 18 anos em Dover, por suspeitas de envolvimento na explosão no metro de Londres. As autoridades confirmaram entretanto que as buscas em Sunbury vêm no seguimento desta detenção.

O jovem que está já sob custódia das autoridades foi preso no porto de Dover e teria a intenção de apanhar um ferry para França, escapando assim do Reino Unido, segundo as últimas informações avançadas pela imprensa britânica.

Entretanto, os residentes em Sunbury começaram a partilhar nas redes sociais imagens das forças de segurança no local.

Ao Guardian, uma moradora de Cavendish Road contou que estava em casa com os três filhos quando a polícia lhe bateu à porta e a informou que tinha "um minuto" para sair da residência. "Não sabíamos o que se estava a passar", lamentou.

Cerca de 200 moradores que foram retirados de casa foram acolhidos nas instalações de um clube de râguebi local, o Staines Rugby Football Club. O diretor financeiro do clube contou que os responsáveis foram contactados pela polícia para averiguar da disponibilidade para acolherem os deslocados e que lhes foi pedido que mantivessem as portas abertas até ao final do dia.

O município local estará já a fazer diligências no sentido de garantir alojamento em hotéis caso se venha a revelar necessário. A BBC avança que Burgoyne Road, outra rua nas imediações, também foi encerrada à circulação e que um helicóptero da polícia está a sobrevoar a área.

Ler mais

Premium

João Almeida Moreira

Bolsonaro, curiosidade ou fúria

Perante um fenómeno que nos pareça ultrajante podemos ter uma de duas atitudes: ficar furiosos ou curiosos. Como a fúria é o menos produtivo dos sentimentos, optemos por experimentar curiosidade pela ascensão de Jair Bolsonaro, o candidato de extrema-direita do PSL em quem um em cada três eleitores brasileiros vota, segundo sondagem de segunda-feira do banco BTG Pactual e do Instituto FSB, apesar do seu passado (e presente) machista, xenófobo e homofóbico.