Explosão em depósitos de combustível do aeroporto do Cairo

Testemunhas captaram imagens de violenta explosão junto ao aeroporto da capital egípcia. Ministro da Aviação Civil egípcio garantiu que o tráfego aéreo no aeroporto não foi afetado

O ministro, Younis al-Masry, confirmou, à Reuters, a explosão de dois tanques de combustível.

Imagens postas a circular no Twitter e citadas pelos media internacionais mostram um grande clarão. O barulho da explosão foi ouvido em muitas partes da capital egípcia. Não há, para já, notícia de feridos.

O aeroporto do Cairo foi palco, em 2015, de um atentado contra um avião da Metrojet. Uma bomba colocada no aparelho explodiu e matou 224 pessoas. A grande maioria eram turistas russos.

Apesar de notícias anteriores referirem a interrupção do tráfego aéreo, o ministro da Aviação Civil egípcio, Younis al-Masry, garantiu que não há perturbações de voos.

Ler mais

Premium

João Gobern

País com poetas

Há muito para elogiar nos que, sem perspectivas de lucro imediato, de retorno garantido, de negócio fácil, sabem aproveitar - e reciclar - o património acumulado noutras eras. Ora, numa fase em que a Poesia se reergue, muitas vezes por vias "alternativas", de esquecimentos e atropelos, merece inteiro destaque a iniciativa da editora Valentim de Carvalho, que decidiu regressar, em edições "revistas e aumentadas", ao seu magnífico espólio de gravações de poetas. Originalmente, na colecção publicada entre 1959 e 1975, o desafio era grande - cabia aos autores a responsabilidade de dizerem as suas próprias criações, acabando por personalizá-las ainda mais, injectando sangue próprio às palavras que já antes tinham posto ao nosso dispor.