Eurodeputados aprovam novas regras para alimentação nas escolas

Medida será implementada a partir de agosto no próximo ano e tem como objetivo o combate à obesidade entre os jovens na União Europeia

Os eurodeputados aprovaram hoje um quadro comum para a distribuição de fruta e leite nas escolas, num orçamento previsto de 250 milhões de euros, por ano letivo, e no âmbito da promoção da alimentação saudável.

Com o objetivo também de aproximar os mais novos dos produtos locais e quando há 22 milhões de crianças com excesso de peso na União Europeia, as novas regras foram aprovadas por 584 votos a favor, 94 contra e 32 abstenções.

O novo regime, que junta dois programas, deverá simplificar procedimentos administrativos, reduzir encargos e vai começar a ser implementado em agosto do próximo ano.

Na sessão plenária de terça-feira, a decorrer em Estrasburgo (França), os membros do Parlamento Europeu aprovou ainda novas regras para a prevenção e o controlo de doenças animais.

O novo regulamento coloca enfoque na prevenção, vigilância das doenças, investigação e uma maior cooperação entre profissionais, donos de animais de companhia e autoridades.

Apesar de não conter especificamente regras acerca do bem-estar animal, esta legislação reconhece, pela primeira, vez uma relação entre a saúde animal, o bem-estar animal e a saúde humana.

Ler mais

Exclusivos