Espancadas por recusarem beijar-se. Detido mais um menor

Duas mulheres lésbicas foram atacadas num autocarro de Londres, num ataque homofóbico. Depois de quatro detenções, Scotland Yard anunciou uma quinta, de um menor de 16 anos.

Há mais um detido, o quinto, pelo espancamento de duas mulheres num autocarro de Londres, Reino Unido, num ataque homofóbico. Também o rapaz agora detido é menor, de 16 anos, como outros dos quatro detidos - todos têm entre 15 e 18 anos.

Melania e Chris foram agredidas e roubadas depois de se recusarem a beijar-se, como pediam os agressores. Depois de espancadas, a polícia britânica anunciou, na tarde de 7 de junho, a detenção de quatro jovens. Agora, com esta quinta detenção, a Scotland Yard garantiu que não procura mais ninguém relacionado com este caso.

Melania Geymonat, 28 anos, foi atacada com a sua parceira, Chris, no piso superior de um autocarro noturno de Londres, na madrugada de 30 de maio. O grupo de jovens começou a assediá-las quando perceberam que as mulheres eram um casal, pedindo que se beijassem enquanto faziam gestos sexuais.

Os cinco suspeitos foram interrogados por suspeita de roubo e danos corporais graves e agravados.

Falando sobre o ataque, na BBC Radio 4, Melania contou que já tinha experimentado "muita violência verbal" na sua vida, mas nunca tinha sido fisicamente atacada por causa da sua sexualidade.

Exclusivos