Escolas em França e no Reino Unido evacuadas após receberem ameaças

Foram evacuados três liceus da capital francesa, assim como seis escolas britânicas e duas outras na cidade escocesa de Glasgow

Liceus parisienses receberam hoje ameaças anónimas, pela terceira vez no período de uma semana, assim como estabelecimentos escolares em Lyon (centro leste de França) e no Reino Unido, informaram as autoridades.

Os alunos de três dos mais prestigiados liceus da capital francesa, Condorcet, Henri IV e Le Grand, foram retirados dos estabelecimentos hoje de manhã, precisou a direção de educação de Paris na sua conta na rede social de mensagens curtas 'Twitter'.

Fonte policial indicou que os estabelecimentos de ensino receberam chamadas telefónicas ameaçadoras cerca das 08:00 TMG (mesma hora em Lisboa). "Vão morrer todos", disse a pessoa ao telefone.

Vários liceus parisienses, incluído os três visados hoje, assim como o liceu francês de Roma foram alvo de ameaças a semana passada, sem que a polícia tenha encontrado alguma coisa nos locais.

Nas mesmas datas, na terça-feira e na quinta-feira, estabelecimentos escolares na região de Birmingham, no centro do Reino Unido, também receberam ameaças.

Hoje, seis escolas da mesma região britânica das West Mildlands e duas outras na cidade escocesa de Glasgow foram evacuadas devido a novas ameaças, segundo as autoridades locais.

Pela primeira vez, ameaças foram dirigidas a escolas francesas fora de Paris, com seis estabelecimentos de Lyon a receberem alertas de bomba com origem numa mesma mensagem pré-gravada, indicou uma porta-voz do município.

A justiça francesa abriu a semana passada um inquérito por ameaças de destruição.

A França e o Reino Unido integram a coligação contra o grupo 'jihadista' Estado Islâmico (EI) no Iraque e na Síria.

No seu número de final de novembro, a revista francófona de propaganda do EI, Dar-al-Islam, tomou por alvo os professores, acusados de estarem em "guerra aberta contra a família muçulmana", e apelou a que fossem mortos.

Ler mais

Premium

Rosália Amorim

"Sem emoção não há uma boa relação"

A frase calorosa é do primeiro-ministro António Costa, na visita oficial a Angola. Foi recebido com pompa e circunstância, por oito ministros e pelo governador do banco central e com honras de parada militar. Em África a simbologia desta grande receção foi marcante e é verdadeiramente importante. Angola demonstrou, para dentro e para fora, que Portugal continua a ser um parceiro importante. Ontem, o encontro previsto com João Lourenço foi igualmente simbólico e relevante para o futuro desta aliança estratégica.

Premium

Diário de Notícias

A ditadura em Espanha

A manchete deste dia 19 de setembro de 1923 fazia-se de notícias do país vizinho: a ditadura em Espanha. "Primo de Rivera propõe-se governar três meses", noticiava o DN, acrescentando que, "findo esse prazo, verá se a opinião pública o anima a organizar ministério constitucional". Explicava este jornal então que "o partido conservador condena o movimento e protesta contra as acusações que lhe são feitas pelo ditador".