"Viajar com o presidente Marcelo é como estar na tournée do Mick Jagger"

O embaixador norte-americano em Lisboa, George Glass, afirmou hoje que foi uma experiência "inesquecível" viajar com o presidente português, Marcelo Rebelo de Sousa, nos EUA, comparando-o a uma estrela pop como o vocalista dos Rolling Stones.

"Viajar com o presidente Marcelo é como estar na 'tournée' do Mick Jagger", com "grandes multidões que querem encontrar-se com ele e apenas estar com ele", recordou George Glass, em entrevista à Lusa.

Glass esteve por duas ocasiões em junho nos EUA com Marcelo Rebelo de Sousa, nas comemorações do 10 de junho e numa visita à Casa Branca, e faz um balanço muito positivo das visitas.

O "presidente Marcelo representa Portugal para o resto do mundo e ele foi muito envolvente. Foi muito divertido", disse o embaixador, colocado em Lisboa há dez meses.

Depois de ter acompanhado visitas de Marcelo e do primeiro-ministro português, António Costa, George Glass considera que Portugal tem uma "oportunidade tremenda" para afirmar a sua marca nos EUA.

"Estamos num momento histórico alto das relações entre os dois países", afirmou, dando como exemplo a procura de turistas norte-americanos.

"As estatísticas apontam para que tenha triplicado o número de turistas norte-americanos em Portugal nos últimos três anos", um processo de reciprocidade que passa também pela afirmação da herança portuguesa nos EUA.

E George Glass citou mesmo o chefe de Estado norte-americano, Donald Trump, na recente reunião que teve com o Presidente português: "A nossa relação vai além da economia ou defesa, está no nosso sangue. Temos mais de um milhão de cidadãos com ascendência portuguesa no nosso país".

Ler mais

Exclusivos