Enfermeira canadiana acusada de matar oito idosos

A enfermeira terá recorrido a drogas para matar as vítimas

Uma enfermeira canadiana foi esta terça-feira acusada de ter assassinado oito residentes de dois lares de idosos onde trabalhou durante sete anos, diz a polícia de Ontário, Canadá.

Segundo a polícia, Elizabeth Wettlaufer, de 49 anos, terá matado cinco mulheres e três homens com idades entre os 75 e os 96 anos, administrando-lhes drogas. Os crimes ocorreram entre 2007 e 2014.

Numa conferência de imprensa, a polícia avançou que começou a investigar o caso depois de ter recebido uma denúncia, não avançando mais detalhes.

O chefe da polícia, William Renton, disse que "esta investigação está a ser tratada como um múltiplo homicídio".

A polícia continua a investigar o caso para avaliar se existem outras vítimas, uma vez que a enfermeira trabalhou noutras instalações, diz a BBC.

Ler mais

Exclusivos