Encontrados vários corpos num apartamento em Copenhaga

Apartamento estava "cheio de sangue", segundo a polícia dinamarquesa. Vítimas serão da mesma família

Foram encontrados na manhã desta terça-feira vários corpos num apartamento em Copenhaga, capital da Dinamarca. O cenário foi descrito como "horrível" pelas autoridades, que contam que o apartamento no distrito de Brønshøj estava "cheio de sangue".

O inspetor da polícia e responsável pela investigação, Ove Larsen, revelou que as autoridades foram chamadas à 7:35 da manhã (menos uma hora em Lisboa) para responderem a um incidente, segundo a imprensa local, citada pelo Mirror.

"Enviámos uma patrulha de rotina e encontrámos pessoas mortas no apartamento", explicou Larsen. O inspetor avançou ainda que as vítimas são provavelmente da mesma família.

Uma pessoa que vive no apartamento foi detida pelas autoridades, que para já não revelam mais informações.

Ler mais

Exclusivos

Premium

João Gobern

País com poetas

Há muito para elogiar nos que, sem perspectivas de lucro imediato, de retorno garantido, de negócio fácil, sabem aproveitar - e reciclar - o património acumulado noutras eras. Ora, numa fase em que a Poesia se reergue, muitas vezes por vias "alternativas", de esquecimentos e atropelos, merece inteiro destaque a iniciativa da editora Valentim de Carvalho, que decidiu regressar, em edições "revistas e aumentadas", ao seu magnífico espólio de gravações de poetas. Originalmente, na colecção publicada entre 1959 e 1975, o desafio era grande - cabia aos autores a responsabilidade de dizerem as suas próprias criações, acabando por personalizá-las ainda mais, injectando sangue próprio às palavras que já antes tinham posto ao nosso dispor.