Encontrada caixa negra do avião que se despenhou no Irão com socialite turca e amigas

Autoridades iranianas recuperaram a caixa negra do jato onde viajavam Mina Basaran e as amigas após a despedida de solteira.

As autoridades iranianas já recuperaram a caixa negra do jato privado turco que se despenhou no Irão quando viajava dos Emirados Árabes Unidos para Istambul, causando a morte de todas as 11 pessoas a bordo, entre elas a socialite turca Mina Basaran e as amigas, que celebravam a sua despedida de solteira.

De acordo com a agência noticiosa iraniana IRNA, as autoridades também recuperaram 10 corpos resultantes do desastre, ocorrido nas montanhas de Zagros, fora da cidade de Shahr-e Kord, a 370 quilómetros a sul da capital, Teerão.

O voo partiu no domingo de Sharjah, nos Emirados Árabes Unidos.

As autoridades da aviação civil de Sharjah informaram que seis das oito passageiras que seguiam no aparelho são de nacionalidade turca e duas de nacionalidade espanhola. As outras três pessoas a bordo seriam os tripulantes.

O voo transportava Mina Basaran, a filha, de 28 anos, de Huseyin Basaran, o 'chairman' da Basaran Investment Holding, que viajava com as amigas para celebrar a sua despedida de solteira. A jovem deveria casar-se no dia 14 de abril com Murat Gezer, proprietário da Metprint Baski Sistemler. segundo o The National, dos Emirados Árabes Unidos.

Exclusivos