Dois mortos no colapso de edifícios após forte sismo em Taiwan

Quatro edifícios ruíram, um deles de 17 andares. Autoridades resgataram 123 de pessoas, mas temiam que outras cem estivessem presas

Um sismo de magnitude 6,4 na escala de Richter atingiu o sul da ilha de Taiwan, provocando o colapso de quatro edifícios na cidade de Tainan, segundo confirmou um porta-voz dos bombeiros à agência de notícias AFP. O presidente da câmara confirma pelo menos dois mortos, um homem de 40 anos e uma bebé.

O abalo ocorreu pouco antes das 04.00 de sábado em Taiwan (20.00 de sexta-feira em Lisboa).

Segundo a Reuters, as autoridades resgataram 123 pessoas de um edifício de 17 andares que colapsou numa zona residencial. Nos 60 apartamentos vivem 221 pessoas, pelo que uma centena de pessoas ainda podem estar presas no interior.

Uma mulher é resgatada de um edifício em ruínas

Pelo menos duas pessoas foram retiradas já sem vida do edifício, segundo o presidente da câmara de Tainan, William Lai. Pelo menos 31 pessoas foram hospitalizadas.

Segundo os media locais, todos os residentes de outro edifício, este com sete andares, já foram resgatados com vida.

De acordo com o Instituto Geológico dos EUA, o epicentro do sismo de magnitude 6,4 (inicialmente avaliado em 6,7) localiza-se 43 quilómetros a sudeste de Tainan, uma cidade onde vivem dois milhões de pessoas. Não há para já registo de mortes.

O sismo foi registado a pouca profundidade (10 km), o que terá amplificado os seus efeitos, segundo o instituto norte-americano. Há registo de pelo menos cinco réplicas de magnitude superior a 3,8 nas duas horas após o primeiro abalo.

As autoridades locais já criaram um gabinete de resposta de emergência.

Veja em direto o canal Formosa TV:

Em 1999, um sismo de magnitude 7,6 registado no centro da ilha causou a morte a mais de 2300 pessoas.

(notícia atualizada às 01.00)