Drone que procurava o monstro de Loch Ness... encontra uma réplica com 50 anos

A equipa de caçadores de monstros não se deixou desmotivar e vai continuar a busca no fundo do lago escocês

Um drone marinho de alta tecnologia que vasculhava as profundezas do lago escocês de Loch Ness para tentar encontrar um dos animais mitológicos mais procurados de sempre detetou um "monstro" - mas não aquele que procurava. Em vez do monstro de Loch Ness, o drone encontrou uma réplica de quase 9 metros de comprimento que foi usada no filme A vida íntima de Sherlock Holmes, de 1970, que se tinha afundado quando foram removidas as suas boias.

Mas os caçadores de monstros não se deixaram desmotivar pela descoberta do falso bicho, e vão levar a cabo a sua busca do fundo do lago por qualquer prova que indique que o monstro de Loch Ness, chamado Nessie, é real.

A busca está prevista para durar duas semanas e é a mais detalhada alguma vez feita das profundezas do lago Ness. O drone Muhin é capaz de mapear vastas áreas a mais de 1500 pés de profundidade, e é frequentemente usado para procurar aviões caídos. "O veículo permite aos sonares analisar o solo a apenas alguns metros de distância, o que permite uma resolução superior, em várias ordens de magnitude, a qualquer outra tecnologia anterior", explicou o engenheiro marinho da empresa norueguesa Kongsberg Maritime, Craig Wallace, um dos responsáveis pelas buscas.

Além da réplica do filme de 1970, o drone também encontrou um barco naufragado com mais de 8 metros de comprimento.

Steven Feltham, que procura Nessie há 25 anos, disse à agência Reuters que os mapas detalhados do fundo do lago vão ajudá-lo na sua busca. "Acho que estas descobertas são fantásticas", afirmou. "Agora temos um mapa mais detalhado do fundo rochoso do que alguma vez tivemos antes, o que nos vai mostrar as localizações de cada relevo. Vamos poder enviar câmaras para procurar qualquer coisa interessante que possa parecer a carcaça de um animal. Mostra que há muito para investigar lá em baixo".

O primeiro registo escrito de um monstro no lago Ness está ligado ao monge irlandês São Columba, que se diz ter banido um "monstro aquático" para as profundezas do rio Ness no VI século. A mais famosa fotografia de Nessie, conhecida como "a fotografia do cirurgião", foi tirada em 1934 e mostrava uma cabeça com um pescoço longo a emergir da água. Sessenta anos depois, revelou-se que se tratava de um embuste.

Inúmeras missões desde então tentaram sem sucesso encontrar o monstro.

Exclusivos

Premium

Betinho

"NBA? Havia campos que tinham baldes para os jogadores vomitarem"

Nasceu em Cabo Verde (a 2 de maio de 1985), país que deixou aos 16 anos para jogar basquetebol no Barreirense. O talento levou-o até bem perto da NBA, mas foi em Espanha, Andorra e Itália que fez carreira antes de regressar ao Benfica para "festejar no fim". Internacional português desde os Sub-20, disse adeus há seleção há apenas uns meses, para se concentrar na carreira. Tem 34 anos e quer jogar mais três ou quatro ao mais alto nível.