Donald Trump diz que dívida de Porto Rico vai ter de ser liquidada

Presidente dos EUA visitou território afetado pelo furacão Maria

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse, durante uma visita a Porto Rico para avaliar a devastação causada pelo furacão Maria, que a dívida deste território terá de ser liquidada.

"Vamos ter de liquidar isso [a dívida]. Vocês vão dizer adeus a isso, não sei se é [o banco] Goldman Sachs, mas quem quer que seja pode despedir-se disso", afirmou Trump numa entrevista à estação Fox realizada em Porto Rico.

"Vamos resolver isso", sublinhou.

A falência de Porto Rico, com uma dívida impagável de cerca de 70 mil milhões de dólares (59.477 milhões de euros), é considerada a maior bancarrota de um território sob jurisdição dos Estados Unidos em toda a sua história.

O Conselho de Supervisão Fiscal para Porto Rico, aprovado pelos Estados Unidos, disse na terça-feira que acudir à crise humanitária causada pelo furação Maria "de forma imediata e fornecer os fundos necessários para reconstruir a infraestrutura crítica" é "um primeiro passo essencial para erguer novamente a ilha".

O número de mortos na sequência da passagem do furacão foi esta quarta-feira elevado para 34, segundo o governador de Porto Rico, Ricardo Rosselló, e os danos materiais estão avaliados em cerca de 90 mil milhões de dólares (76.300 milhões de euros).

Ler mais

Exclusivos