Disputa entre estrelas do rap francês obriga a fechar terminal de aeroporto

Booba e Kaaris foram detidos pela polícia

Um confronto violento entre dois rappers franceses numa zona de espera do aeroporto de Orly, em Paris, levou ao encerramento temporário de um terminal e causou atrasos em vários voos, esta quarta-feira. Os dois seguiam para Barcelona, onde tinham concertos marcados.

Booba, de 41 anos, e Kaaris, de 38, trocaram murros e vandalizaram uma loja de cosméticos do aeroporto. Os dois artistas foram detidos, bem como nove outras pessoas que os acompanhavam. A cena foi fotografada e filmada por vários passageiros, e muito partilhada nas redes sociais.

No Twitter, os responsáveis pelos aeroportos de Paris anunciaram atrasos nos voos e alertaram para o encerramento do terminal 1 "devido a uma disputa entre passageiros".

Esta não é a primeira vez que Elie Yaffa, verdadeiro nome de Booba, esteve envolvido num confronto físico com outro músico. Aliás, os dois rappers tinham trabalhado juntos no início da carreira, antes de as relações entre os dois azedarem.

Ler mais

Premium

Anselmo Borges

Francisco ​​​​​​​em Pequim?

1. A perseguição aos cristãos foi particularmente feroz durante a Revolução Cultural no tempo de Mao. Mas a situação está a mudar de modo rápido e surpreendente. Desde 1976, com a morte de Mao, as igrejas começaram a reabrir e há quem pense que a China poderá tornar-se mais rapidamente do que se julgava não só a primeira potência económica mundial mas também o país com maior número de cristãos. "Segundo os meus cálculos, a China está destinada a tornar-se muito rapidamente o maior país cristão do mundo", disse Fenggang Yang, professor na Universidade de Purdue (Indiana, Estados Unidos) e autor do livro Religion in China. Survival and Revival under Communist Rule (Religião na China. Sobrevivência e Renascimento sob o Regime Comunista). Isso "vai acontecer em menos de uma geração. Não há muitas pessoas preparadas para esta mudança assombrosa".