Diamante Pink Legacy vendido por preço recorde

Pedra foi comprada pela joalheira Harry Winston, num leilão esta terça-feira por 44,1 milhões de euros.

O diamante Pink Legacy foi vendido esta terça-feira por um valor recorde de 44,1 milhões de euros (50,3 milhões de francos suíços). A pedra que pesa 19 quilates foi leiloada pela Christie's e comprada pela joalheira norte-americana Harry Winston.

A joalheira Harry Winston pertence à Swatch, cuja CEO Nayla Hayek é a filha do seu fundador, o falecido Nicolas Hayek, rapidamente rebatizou o diamante chamando-lhe "The Winston Pink Legacy", juntando-o à sua coleção de joias raras, revelou a leiloeira.

O semi-anual leilão de joias em Genebra conseguiu vender 86% dos lotes e atingiu um valor de 97 milhões de euros, referiu o chairman da Christie's, François Curiel.

"O Pink Legacy atingiu o preço extremamente alto de 44 milhões, o que representa, 2,2 milhões por quilate o que é um recorde do mundo para um diamente cor-de-rosa." Curiel, que também é um perito em joias, acrescentou que considera esta pedra "o Leonardo Da Vinci dos diamantes. Não acho que exista nenhum melhor".

Classificada como "viva", a mais alta classificação para a cor de um diamante cor-de-rosa, a gema é internamente pura com um corte retangular e está montada num anel de platina.

O anel pertenceu à família Oppenheimer, que fez dos De Beers o maior negociante do mundo de diamantes, e estava inicialmente avaliado entre 30 e 50 milhões de dólares (26 a 44 milhões de euros). A identidade do vendedor não foi revelada.

Os diamantes de cor viva são os que têm a gema mais saturada. Houve pelo menos cinco pessoas a licitar a pedra por telefone, mas o comprador acabou por ser a Harry Winston, cujo representante estava sentado na fila da frente do leilão.

"A pedra vai agora ser conhecida como Diamante Pink Legacy, que a senhora Hayek estava desejosa de ter. Em 2013, fizeram a sua primeira compra importante adquirindo diamante puro D de 101 quilates, a que chamaram Winston Legacy. Foi com essa pedra que começaram a coleção Legacy", explicou François Curiel.

Ler mais

Exclusivos