Detido em Espanha por matar o cão ao arrastá-lo com o carro ao longo de quilómetros

Homem foi intercetado pela polícia quando arrastava o animal, que prendeu com uma corda na bola de reboque do carro

Um homem foi detido pela Guardia Civil de Jimena de la Frontera, província de Cádiz, em Espanha, depois de ter matado o cão - um pastor alemão - ao arrastá-lo preso pelas patas dianteiras na bola de reboque do próprio veículo ao longo de vários quilómetros.

Segundo o jornal El Periódico, que cita um comunicado da polícia, as autoridades avistaram o veículo todo-o-terreno quando circulavam por uma estrada local, a A-8201, e perceberam que levaria algo de arrasto. Aproximaram-se e constaram que se tratava de um animal, tendo iniciado uma perseguição ao condutor.

O homem foi então detido e o cão, que não tinha sequer microchip e fora atado com uma corda ao automóvel, estava gravemente ferido. Acabou por não resistir aos ferimentos.

O dono do animal será agora investigado e foi acusado de um crime de maus tratos a animais.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Operação Marquês

Granadeiro chama 5.º mais rico do mundo para o defender

O quinto homem mais rico do mundo, o mexicano Carlos Slim Helú, é uma das 15 testemunhas que Henrique Granadeiro nomeou para serem ouvidas na fase de instrução do processo Marquês. Começa hoje a defesa do antigo líder da Portugal Telecom, que é acusado de ter recebido 24 milhões de euros do GES para beneficiar o grupo em vários negócios.