Detenções no Reino Unido relacionadas com terrorismo atingem número recorde

Forças policiais e os serviços de inteligência britânicos têm abertas cerca de 500 investigações sobre mais de 3 mil pessoas

As autoridades do Reino Unido efetuaram 379 detenções por terrorismo nos 12 meses terminados em junho, um aumento de 68% e o valor mais alto desde 2011, quando começaram estes registos, anunciou hoje o Ministério do Interior.

De acordo com os números citados pela agência de notícias espanhola Efe, 14% dos detidos são mulheres, o que também representa um recorde.

Deste total, várias detenções estão relacionadas com os ataques terroristas perpetrados nas cidades de Londres e Manchester.

O atentado de 22 de março na ponte de Westminster, em Londres, matou cinco pessoas e levou à detenção de 12 pessoas, o de maio após um concerto em Manchester fez 22 mortos e originou 23 detenções, enquanto o de 03 de junho na ponte de Londres e no mercado londrino de Borough provocou oito mortos e 21 detenções.

As forças policiais e o MI5, os serviços de inteligência britânicos, têm abertas cerca de 500 investigações sobre mais de 3.000 pessoas, enquanto outras 20 mil estão classificadas como "pessoas de interesse" e são, por isso, vigiadas.

Desde 2013, as autoridades já abortaram 19 atentados terroristas, seis dos quais desde o ataque a Westminster, em março.

Relacionadas

Últimas notícias

Brand Story

Tui

Mais popular

  • no dn.pt
  • Mundo
Pub
Pub