Descoberta bomba da Segunda Guerra Mundial em Frankfurt

Cerca de 900 pessoas serão obrigadas a sair de casa no fim de semana, enquanto as autoridades desarmam a bomba

As autoridades alemãs anunciaram hoje a descoberta de uma bomba da altura da Segunda Guerra Mundial no rio que atravessa Frankfurt, obrigando centenas de cidadãos a sair de suas casas durante a operação de recuperação e desarmamento.

De acordo com a agência Associated Press, a operação será levada a cabo no domingo de manhã, obrigando cerca de 900 pessoas a sair de casa de ambas as margens perto da ponte Holbeinsteg e do museu da cidade, mas já hoje as imediações do local estão vedadas ao público.

A bomba, de 50 quilos, foi descoberta durante a realização de exercícios pela polícia, perto do museu de arte da cidade e da pitoresca ponte Holbeinsteg, que foi hoje encerrada.

A deteção de bombas antigas na Alemanha não é uma novidade, havendo a registar, por exemplo, um engenho com 1,8 toneladas que foi encontrado durante uma obra de construção na cidade de Augsburg no dia de natal do ano passado.

Ler mais

Premium

Rosália Amorim

"Sem emoção não há uma boa relação"

A frase calorosa é do primeiro-ministro António Costa, na visita oficial a Angola. Foi recebido com pompa e circunstância, por oito ministros e pelo governador do banco central e com honras de parada militar. Em África a simbologia desta grande receção foi marcante e é verdadeiramente importante. Angola demonstrou, para dentro e para fora, que Portugal continua a ser um parceiro importante. Ontem, o encontro previsto com João Lourenço foi igualmente simbólico e relevante para o futuro desta aliança estratégica.