Goldstein é a mais recente. As 20 saídas da administração Trump

Baixas de peso na Casa Branca atingiram com Trump os números mais altos em 40 anos

Desde que a administração liderada por Donald Trump entrou na Casa Branca, a 20 de janeiro do ano passado, as saídas de funcionários de topo tornaram-se quase uma rotina e atingiram os números mais altos em quase 40 anos.

Em finais de dezembro último, a imprensa norte-americana já avançava que mais de um terço da equipa original de Trump na Casa Branca tinha sido demitida, renunciado ou redistribuída.

Na altura, os media nos EUA indicaram que a taxa de rotatividade do primeiro ano de mandato de Trump era duas vezes mais alta quando comparada com os números da administração do Presidente Ronald Reagan em 1981 (17%).

Hoje, o Presidente norte-americano anunciou outras duas saídas: o secretário de Estado, Rex Tillerson, e o subsecretário de Estado para a Diplomacia Pública e Assuntos Públicos, Steve Goldstein.

Lista das principais saídas da administração dos Estados Unidos desde 20 de janeiro de 2017:

2017

- 31 de janeiro: Sally Yates, procuradora-geral em exercício.

- 13 de fevereiro: Michael Flynn, conselheiro de segurança nacional.

- 30 de março: Katie Walsh, subchefe de gabinete do Presidente.

- 9 de maio: James Comey, diretor da polícia federal norte-americana (FBI).

- 30 de maio: Michael Dubke, diretor de comunicações da Casa Branca.

- 21 de julho: Sean Spicer, porta-voz da Casa Branca.

- 28 de julho: Reince Priebus, chefe de gabinete.

- 31 de julho: Anthony Scaramucci, diretor de comunicações da Casa Branca.

- 18 de agosto: Steve Bannon, estratega-chefe.

- 25 de agosto: Sebastian Gorka, assessor para a área da segurança nacional.

- 29 de setembro: Tom Price, secretário da Saúde.

- 8 de dezembro: Dina Powell, conselheira de Donald Trump para o Médio Oriente.

- 13 de dezembro: Omarosa Manigault Newman, diretora de comunicação do gabinete de relações públicas.

2018

- 7 de fevereiro: Rob Porter, assessor

- 27 de fevereiro: Josh Raffel, diretor de comunicações adjunto

- 28 de fevereiro: Hope Hicks, diretora de comunicações.

- 6 de março: Gary Cohn, conselheiro económico.

- 12 de março: John McEntee, assistente especial e assessor pessoal do Presidente.

- 13 de março: Rex Tillerson, secretário de Estado.

- 13 de março: Steve Goldstein, subsecretário de Estado para a Diplomacia Pública e Assuntos Públicos.

Ler mais