Cratera do vulcão do Hawai entra em erupção

A lava destruiu pelo menos 26 casas e 10 outras estruturas

A cratera do vulcão Kilauea, no estado norte-americano do Havai, entrou hoje em erupção, projetando nuvens de cinza a mais de 9.000 metros de altura.

Mike Poland, um geofísico da U.S. Geological Survey, confirmou a explosão, que ocorre depois de mais de doze fissuras terem aberto a alguns quilómetros a leste da cratera e terem inundado de lava os bairros mais próximos.

Essas áreas foram evacuadas, e a lava destruiu pelo menos 26 casas e 10 outras estruturas.

A cratera situa-se no interior do Parque Nacional dos Vulcões do Hawai, que está encerrado desde 11 de maio.

As autoridades indicaram que não esperam que a explosão cause vítimas, desde que as pessoas se mantenham fora do parque.

O Kilauea é um dos mais ativos vulcões do mundo.

Uma erupção em 1924 matou uma pessoa e projetou pedaços de rocha, cinza e poeira no ar durante 17 dias.

Ler mais

Exclusivos

Premium

João Gobern

Há pessoas estranhas. E depois há David Lynch

Ganha-se balanço para o livro - Espaço para Sonhar, coassinado por David Lynch e Kristine McKenna, ed. Elsinore - em nome das melhores recordações, como Blue Velvet (Veludo Azul) ou Mulholland Drive, como essa singular série de TV, com princípio e sempre sem fim, que é Twin Peaks. Ou até em função de "objetos" estranhos e ainda à procura de descodificação definitiva, como Eraserhead ou Inland Empire, manifestos da peculiaridade do cineasta e criador biografado. Um dos primeiros elogios que ganha corpo é de que este longo percurso, dividido entre o relato clássico construído sobretudo a partir de entrevistas a terceiros próximos e envolvidos, por um lado, e as memórias do próprio David Lynch, por outro, nunca se torna pesado, fastidioso ou redundante - algo que merece ser sublinhado se pensarmos que se trata de um volume de 700 páginas, que acompanha o "visado" desde a infância até aos dias de hoje.