Como criar uma palavra-chave segura. E que nunca mais se esquece

Usar o nome ou lugares muito comuns é um dos vícios de quem usa palavras-passe na Internet. Fica muito mais vulnerável a ataques de piratas informáticos.

Como ter uma palavra-passe à prova de bala

- Segura a 100% não existe nenhuma, mas existem algumas melhores do que outras. Por exemplo, mais carateres é melhor do que menos carateres, mas 20 carateres que são números de 1 a 20 não resulta. Nomes próprios e lugares são de evitar.

- Letras, números, maiúsculas, minúsculas e símbolos, TUDO misturado são o método mais eficaz para conseguir uma palavra-passe à prova de piratas.

- Ter palavras-passe diferentes entre si, para evitar que, em caso de pirataria, com a descoberta de um código de acesso, se comprometa todos os serviços, do facebook ao mail, passando pelo banco. Reutilizar palavras-passe é arriscado, diz o Google sobre a criação de passwords.

Como lembrar a palavra-passe em qualquer momento

- É preciso juntar duas ideias. Primeiro, a password tem de ser construída a partir de qualquer coisa que sabemos de cor. Por exemplo, "a República foi implantada a 5 de outubro de 1910". À frase associa-se uma regra: só se usam as primeiras duas letras de cada palavra. A password seria: AReFoIma5oude1910, A partir daqui é deixar a imaginação voar.

- Outro método é juntar palavras que mundos distintos que juntas podem criar algo divertido. Palavras que estão relacionadas entre si são mais facilmente captadas por hackers.

- Uma terceira via é estabelecer um padrão para criar a senha, a partir do método criado pelos engenheiros da universidade Carnegie Mellon. O método chama-se PAO, a partir das iniciais das palavras que refere - pessoa, ação, objeto. Por exemplo, Obama deixa Casa Branca no dia 20. Ou, em versão curta, Obdecabrnodi20.

- Atualizar o e-mail de recuperação regularmente para poder receber mails sempre que a memória falha.

Últimas notícias

Brand Story

Tui

Mais popular

  • no dn.pt
  • Mundo
Pub
Pub