Cidade chinesa cria uma faixa só para peões utilizadores de telemóveis

Tem 80 centímetros de largura e 100 metros de comprimento. Só pode ser usada por quem está a usar o telemóvel

Caminhar atrás de alguém que está a mandar uma mensagem pode ser desagradável. Entre paragens e arranques, não são raros os empurrões. Foi para evitar esse tipo de situações que a cidade de Xi'an, no norte da China, criou uma faixa especial para "phubbers", pessoas que ignoram o que está a sua volta porque não conseguem tirar os olhos do telemóvel.

O Shaanxi Online News, citado pela BBC, explica que a via está pintada de vermelho, verde e azul. Tem 80 centímetros de largura e 100 metros de comprimento. Ao longo do percurso, várias imagens de smartphones indicam que aquela é uma pista para quem não consegue desligar-se.

O site de notícias The Paper, que entrevistou vários moradores, diz que a iniciativa foi recebida com agrado. "Hoje em dia, a vida das pessoas jovens é rápida, e elas estão sempre a olhar para os telemóveis. Isso coloca as nossas mentes em repouso", disse Hu Shuya.

Esta não é, no entanto, a primeira notícia do género na China. Em 2014, a cidade de Chongqing também criou uma via de 50 metros de comprimento e três de largura com o mesmo propósito.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Nuno Artur Silva

Notícias da frente da guerra

Passaram cem anos do fim da Primeira Guerra Mundial. Foi a data do Armistício assinado entre os Aliados e o Império Alemão e do cessar-fogo na Frente Ocidental. As hostilidades continuaram ainda em outras regiões. Duas décadas depois, começava a Segunda Guerra Mundial, "um conflito militar global (...) Marcado por um número significativo de ataques contra civis, incluindo o Holocausto e a única vez em que armas nucleares foram utilizadas em combate, foi o conflito mais letal da história da humanidade, resultando entre 50 e mais de 70 milhões de mortes" (Wikipédia).