Cheias em Maiorca. Rafael Nadal saiu para a rua e foi ajudar nas limpezas

Tenista líder do ranking mundial ofereceu Academia para alojar pessoas que ficaram sem casa.

Rafael Nadal viu a ilha de Maiorca ser afetada por fortes inundações, que tiraram a vida a dez pessoas e deixaram dezenas feridas e centenas desalojadas.

Afastado do circuito devido a uma lesão no joelho direito, o tenista espanhol de 32 anos começou por oferecer as instalações da Academia Rafa Nadal para receber as pessoas que ficaram desalojadas. Depois calçou as galochas, pegou na vassoura e saiu para a rua a ajudar nas limpezas.

As inundações causadas pelas fortes chuvas que se verificaram nas últimas horas na ilha de Maiorca resultaram na morte de dez pessoas, de acordo com as autoridades locais. Há ainda um desaparecido - uma criança -, três feridos e mais de 200 pessoas desalojadas.

Ler mais

Premium

Henrique Burnay

Isabel Moreira ou Churchill

Numa das muitas histórias que lhe são atribuídas, sem serem necessariamente verdadeiras, em resposta a um jovem deputado que, apontando para a bancada dos Trabalhistas, perguntou se era ali que se sentavam os seus inimigos, Churchill teria dito que não: "Ali sentam-se os nossos adversários, os nossos inimigos sentam-se aqui (do mesmo lado)." Verdadeira ou não, a história tem uma piada e duas lições. Depois de ler o que publicou no Expresso na semana passada, é evidente que a deputada Isabel Moreira não se teria rido de uma, nem percebido as outras duas.