Casa Branca omite marido do líder do Luxemburgo e é acusada de homofobia

Depois das críticas a legenda foi emendada e passou a incluir o nome de Gauthier Destenay

Nove mulheres e um homem. Na legenda da fotografia que a Casa Branca publicou na sua página oficial no Facebook, elas tiveram direito a identificação. Mas ele não. Gauthier Destenay, marido do primeiro-ministro do Luxemburgo, posou ao lado das mulheres casadas com os chefes de Estado e de Governo de alguns dos países que estiveram presentes em Bruxelas para a cimeira na NATO, mas foi omitido da legenda.

Rapidamente choveram comentários muito críticos, acusando a administração de Trump de homofobia. Foram tantos e tão assertivos os ataques nas várias redes sociais que a Casa Branca foi obrigada a emendar a mão, refazendo a legenda e passando a incluir o nome do marido de Xavier Bettel, o único primeiro-ministro gay assumido no mundo.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Rosália Amorim

"Sem emoção não há uma boa relação"

A frase calorosa é do primeiro-ministro António Costa, na visita oficial a Angola. Foi recebido com pompa e circunstância, por oito ministros e pelo governador do banco central e com honras de parada militar. Em África a simbologia desta grande receção foi marcante e é verdadeiramente importante. Angola demonstrou, para dentro e para fora, que Portugal continua a ser um parceiro importante. Ontem, o encontro previsto com João Lourenço foi igualmente simbólico e relevante para o futuro desta aliança estratégica.