Caos nos aeroportos de Londres. Centenas de voos cancelados devido ao mau tempo

Temperaturas negativas obrigaram a fechar pistas devido à neve e gelo. Passageiros dos voos cancelados esperaram horas para recuperar bagagens em Stansted e Luton

As baixas temperaturas no Reino Unido estão a provocar o caos nos aeroportos de Londres. Centenas de passageiros passaram a noite de quarta para quinta-feira nos aeroportos devido aos voos cancelados por causa da neve e do gelo: em Stansted, pelo menos 300 pessoas ficaram em terra, assim como os aviões da easyJet e Ryanair, refere o Telegraph.

Esta quinta-feira, as temperaturas no Reino Unido devem descer até aos dez graus negativos, pelo que não se prevê que a situação melhore, e as autoridades emitiram mesmo um aviso por causa do frio para algumas regiões de Inglaterra, País de Gales, Escócia e Irlanda do Norte.

No aeroporto de Stansted, a pista teve de ser fechada duas vezes, levando ao cancelamento de 27 chegadas e outras 27 partidas. Em Luton, cerca de 50 voos foram igualmente cancelados.

Nas redes sociais, os passageiros que ficaram sem viagem manifestaram a revolta sobretudo pelas horas que demoraram a recuperar a bagagem após o cancelamento dos voos. Centenas de pessoas que não conseguiram regressar a casa receberam camas improvisadas e cobertores para fazer face à espera, mas houve quem se queixasse de falta de comunicação com os responsáveis das companhias aéreas e do aeroporto.

"Centenas de pessoas à espera de bagagem dos voos cancelados. Obrigada por estragarem as nossas férias de fim de ano, Ryanair e aeroporto de Stansted", escreveu no Twitter Sophia Sleigh.

Apesar da distribuição de cobertores e comida para os que não conseguiram sair do aeroporto, houve quem se queixasse de nada ter recebido. Outros viajantes garantem que estavam à espera das malas há oito horas, para apanharem novo voo dali a dez horas. "Falta chocante de comunicação ou apoio do aeroporto e da Ryanair", escreveu Lucy Weyinmi no Twitter.

Ler mais

Exclusivos