Naturalizações de britânicos noutros Estados-membros mais do que duplicaram

O gabinete de estatísticas da União Europeia afirmou que o número de cidadãos do Reino Unido que obteve nacionalidade noutro Estado-membro passou de 2.476, em 2015, para 6.555

O número de britânicos que se naturalizaram noutro Estado-membro da União Europeia mais do que duplicou em 2016, ano do referendo que decidiu o "Brexit", face a 2015, para as 6.555 pessoas, divulgou esta segunda-feira o Eurostat.

De acordo com o gabinete de estatísticas da União Europeia (UE), o número de cidadãos do Reino Unido que obteve nacionalidade noutro Estado-membro passou de 2.476 em 2015 para 6.555 em 2016.

O peso das nacionalizações para cidadãos britânicos foi maior em Malta (8,4% das 1.495 concedidas), Chipre (7,2% de 4.660) e Letónia (6,5% de um total de 1.957).

No dia 23 de junho de 2016, foi realizado um referendo que ditou a saída do Reino Unido da UE, com 51,8% dos cidadãos, e formalmente marcada para o dia 29 de março de 2019.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Geopolítica

5 anos. A Crimeia é russa mesmo que Ocidente não goste

Em março de 2014, no auge da rebelião na Ucrânia que derrubou o regime pró-russo de Viktor Ianukovitch, forças russas ocupavam a Crimeia e Moscovo decretava a 18 a anexação da península e a sua plena integração na Federação Russa. Era o início de uma crise que, cinco anos depois, continua a envenenar as relações entre a Rússia e o Ocidente.