Brexit não estraga férias a May. Já ataques e crise política travam Hollande e Rajoy

Primeira-ministra britânica partiu ontem para duas semanas de descanso na Suíça, país onde há mais de 35 anos gosta de fazer caminhadas. Outros líderes políticos só têm direito a "dias de repouso" por causa da atualidade

Menos de um mês depois de ter sido eleita primeira-ministra britânica, no rescaldo do referendo do brexit, Theresa May rumou ontem à Suíça. Não para analisar a forma como este país que não faz parte da União Europeia mantém uma relação próxima com os 28, mas para 15 dias de férias com o marido, Philip John May. Outros políticos, como o chefe do governo espanhol, Mariano Rajoy, ou o presidente francês, François Hollande, optam por descansar mais perto de casa e não hesitam em interromper as férias de verão caso a atualidade se imponha.

A entrada no n.º 10 de Downing Street, a 12 de julho, não alterou um hábito de Theresa May, que há 35 anos visita regularmente a Suíça. Um dos seus passatempos são as caminhadas e, numa entrevista em 2007 ao The Daily Telegraph, a agora primeira-ministra contou que adora tirar férias naquele país porque pode ter "paz e sossego". O ex--primeiro-ministro David Cameron preferia fazer férias na praia, tendo em duas ocasiões vindo com a família para Portugal.

Na entrevista ao jornal britânico, May disse que da primeira vez que visitou a Suíça com o marido ficou na região de Lucerna. "Mas numa segunda visita decidimos ir fazer caminhadas, gostámos e gradualmente começámos a fazer caminhadas mais aventureiras", explicou então. "Temos voltado desde então e já caminhámos por todo o país", disse. O gabinete de Theresa May não especificou o destino das férias da primeira-ministra, indicando apenas que ela só voltará a Londres no dia 24 deste mês.

Downing Street também não revelou se, durante o descanso, haverá pausas para encontros políticos. O modelo suíço será um que os britânicos quererão estudar na hora de negociar a saída da União Europeia. Tal como a Noruega, a Islândia ou o Liechtenstein, a Suíça é um membro da Associação Europeia de Comércio Livre, com acesso sem tarifas aos mercados de bens europeus e liberdade para negociar fora dos 28. Contudo, os suíços têm um acesso limitado ao mercado de serviços e quase nenhum ao financeiro.

Merkel interrompeu férias

Quem também costuma fazer férias na Suíça (mas para fazer esqui durante o inverno) é a chanceler alemã, Angela Merkel. No verão, as caminhadas são em Solda, na região italiana do Sul do Tirol. É lá que está atualmente com o marido, Joachim Bauer. São as segundas férias da chanceler, que ainda em julho teve de interromper o descanso no Norte da Alemanha para dar uma conferência de imprensa, após uma série de ataques terroristas no país que fizeram 15 mortos.

Também por causa do terrorismo, o presidente francês, François Hollande, não terá férias neste ano, mas apenas alguns dias de repouso com uma agenda menos preenchida, segundo o Eliseu. Tal como no passado, o destino do presidente será mantido em segredo por estes dias. As "férias", que começaram no passado sábado, depois de regressar do Rio de Janeiro, onde assistiu à Cerimónia de Abertura dos Jogos Olímpicos, foram interrompidas ontem para reuniões de segurança e acabam no dia 17.

Em Espanha, Mariano Rajoy também não terá direito a férias, no meio das negociações para conseguir a sua investidura, após as eleições de 26 de junho. O primeiro--ministro passou o último fim de semana em Pontevedra, na Galiza, deixando para um pouco mais tarde do que o normal a sua marcha matinal. Rajoy deu contudo descanso aos membros do governo até ao próximo Conselho de Ministros, a 19 deste mês, com duas ordens: não saírem de Espanha nem desligarem os telemóveis.

Obama em Martha"s Vineyard

Nos EUA, Barack Obama está a passar as suas últimas férias de verão como presidente na ilha de Martha"s Vineyard, no estado do Massachusetts. É o destino habitual desde que assumiu o cargo. A presença de Obama, que arrasta consigo uma comitiva de agentes dos serviços secretos, funcionários e jornalistas, significa um importante impulso para a economia local - neste ano a filha mais nova, Sasha, está a trabalhar num restaurante local. O presidente é presença constante nos campos de golfe e ontem divulgou a sua lista de músicas para as férias, que incluem Beach Boys, Prince ou Jay Z.

Na Rússia, o presidente Vladimir Putin não estará a pensar em férias antes de setembro, segundo o porta-voz. No Japão, o primeiro-ministro Shinzo Abe já teve o seu descanso em julho, tendo sido fotografado nos campos de golfe na região de Yamanashi.

Exclusivos