Avião com 500 passageiros de quarentena no aeroporto JFK

Um avião da companhia aérea Emirates foi colocado em quarentena no Aeroporto Internacional John F. Kennedy, em Nova Iorque, na sequência de cerca de 100 passageiros terem demonstrado sintomas de doença durante o voo.

Cerca de cem pessoas e tripulantes sentiram febre e tosse durante o voo entre o Dubai e Nova Iorque no voo 203 da Emirates, um Airbus A388.

A bordo seguiam 521 passageiros. O avião aterrou no aeroporto JFK pouco depois das 9.00 locais (14.00 em Lisboa).

Após o avião e respetivos passageiros terem ficado retidos na pista, os serviços de controlo sanitário fizeram a triagem dos passageiros.

Um número não determinado de pessoas foi levado para o hospital Jamaica Medical Center.

Os meios de comunicação nova-iorquinos anunciaram que o número de pessoas doentes rondava os 100, mas o serviço de comunicação da companhia aérea só confirmou que cerca de 10 passageiros adoeceram no voo de Dubai para Nova Iorque.

"À chegada, por precaução, foram imediatamente vistos pelas autoridades de saúde locais. Todos os outros passageiros poderão desembarcar em breve."

Neste vídeo da Bloomberg é visível o aparato na pista junto à aeronave.

À Reuters, Larry Cohen, que se identificou como um dos passageiros a bordo do avião, partilhou fotos com dezenas de veículos de emergência na pista. "Tudo o que nos foi dito é que há alguns passageiros doentes e que precisamos permanecer a bordo", disse Cohen à Reuters via mensagem do Twitter.

Ler mais

Exclusivos