Pirata do ar detido queria reunir com representantes da União Europeia

Sequestro do avião da Egyptair terminou sem vítimas. Pirata do ar ter-se-á rendido às autoridades cipriotas

Um avião da companhia aérea EgyptAir com um número ainda não determinado de passageiros a bordo foi desviado quando voava de Alexandria para o Cairo, no Egito. Aterrou no aeroporto de Larnaca, em Chipre. A torre de controlo terá sido contactada pelas 08:30 (06:30 em Lisboa) e o avião teve autorização para aterrar cerca de 20 minutos depois, informou a polícia cipriota.

A bordo da aeronave seguia um passageiro que ameaçou fazer explodir o seu cinto de explosivos, obrigando a tripulação a alterar a rota do voo MS181. A informação foi confirmada em comunicado pelo ministro da aviação civil egípcio. Motivos do sequestrador ainda não são conhecidos com clareza. Foi identificado como Seif Eldin Mustafa, um homem de nacionalidade egípcia.

Ler mais

Premium

Rosália Amorim

"Sem emoção não há uma boa relação"

A frase calorosa é do primeiro-ministro António Costa, na visita oficial a Angola. Foi recebido com pompa e circunstância, por oito ministros e pelo governador do banco central e com honras de parada militar. Em África a simbologia desta grande receção foi marcante e é verdadeiramente importante. Angola demonstrou, para dentro e para fora, que Portugal continua a ser um parceiro importante. Ontem, o encontro previsto com João Lourenço foi igualmente simbólico e relevante para o futuro desta aliança estratégica.