Áustria vai dissolver corporação pan-alemã que tem cânticos nazis

Decisão anunciada pelo chanceler conservador Sebastian Kurz. Várias músicas da corporação alemã de Wiener Neustadt fazem a apologia do nazismo e do Holocausto.

A Áustria vai dissolver uma corporação pan-alemã codirigida por um grupo do partido FPÖ de extrema-direita, depois de revelações de que tem uma coletânea de canções nazis, anunciou hoje o chanceler conservador Sebastian Kurz.

Fundada durante a Primeira Guerra Mundial, a Wiener Neustadt Germania Corporation faz parte de uma rede de organizações nacionalistas e pan-alemãs com fortes raízes em alguns círculos na Áustria.

A Chancelaria e o Ministério do Interior decidiram lançar o "processo de dissolução" da Wiener Neustadt, disse Kurz, alegando que várias músicas desta organização fazem a apologia do nazismo e do Holocausto, como revelou o semanário Falter na semana passada. Uma das músicas da coletânea inclui a estrofe "colocar o gás, alemães antigos, podemos alcançar o sétimo milhão", numa alusão aos seis milhões de judeus assassinados sob o Terceiro Reich, especialmente nas câmaras de gás dos campos de concentração.

O FPÖ tem sido um parceiro da coligação minoritária dos conservadores de Kurz desde dezembro.

Revelada pelo semanário Falter na semana passada, a existência de um livro de canções com vários hinos em homenagem ao Terceiro Reich provocou uma onda de indignação no país, inclusive no topo do Estado. As reações foram ainda mais vivas, já que a célula em questão é vice presidida por uma figura crescente do FPÖ, Udo Landbauer, de 31 anos, chefe da lista do partido para as eleições provinciais realizadas na Baixa Áustria no domingo. Landbauer recusou retirar a sua candidatura, afirmando desconhecer a existência deste manual.

O Ministério Público designou quatro investigadores para este processo. O Ministério do Interior, associado ao lançamento do processo de destituição, é liderado por Herbert Kickl, um dos principais estrategistas do FPÖ, um partido fundado após a guerra por antigos nazis.

Exclusivos