Hotel na capital do Afeganistão atacado por homens armados

Terão sido quatro atacantes. Dois abatidos pela polícia

Quatro homens atacaram este sábado o Hotel Intercontinental na capital afegã, Cabul, disparando contra as pessoas que estão no interior daquela unidade hoteleira.

Um porta-voz do ministro do Interior afegão informou que as forças de segurança foram para o local. Sem fornecer informações acerca de eventuais baixas, este representante do governo afegão, Najib Danish, disse que os atacantes poderiam incluir bombistas suicidas.

Horas mais tarde, surgiram relatos de "vários mortos", sem no entanto haver um balanço oficial de baixas.

O ataque começou com uma explosão e a eletricidade foi cortada, segundo uma fonte dos serviços antiterroristas.

O grupo de atacantes abriu fogo no quarto andar do hotel antes de se barricar no segundo andar, de acordo com outra fonte dos serviços de segurança afegãos.

"Posso ouvir tiros no primeiro andar (...). Estamos escondidos nos nossos quartos. Façam com que a ajuda chegue rapidamente", disse um cliente, em declarações à AFP, que falou sob anonimato.

Segundo um jornalista da AFP no local, as principais estradas que levam ao estabelecimento, localizado numa colina na zona oeste de Cabul, foram fechadas ao trânsito.

O departamento de Estado norte-americano tinha alertado para a possibilidade de ocorrência de um ataque contra hotéis em Cabul.

O Hotel Intercontinental é um dos mais luxuosos de Cabul. Localizado numa colina e fortemente protegido, já foi alvo de um ataque talibã em junho de 2011, no qual morreram 21 pessoas.

Desde então, o hotel está sob vigilância rigorosa, com acesso reservado.

Uma conferência sobre a presença e o investimento da China no Afeganistão estava hoje a decorrer naquela unidade hoteleira.

Ler mais

Exclusivos