Maior apreensão de sempre de cocaína em Espanha: 8,7 toneladas

Droga estava escondida em contentores de banana provenientes da Colômbia

O Ministério do Interior espanhol anunciou hoje a apreensão de 8,7 toneladas de cocaína que estavam escondidas em contentores de banana no porto de Algeciras, "a maior da história do narcotráfico" em Espanha e uma das maiores na Europa.

A droga, que estava escondida em contentores provenientes da Colômbia, foi apreendida no domingo no porto de Algeciras, em Cádis, refere o ministério, anunciando que seis pessoas foram detidas, entre as quais dois empresários e um guarda civil,

Em conferência de imprensa, o ministro do Interior, Juan Ignacio Zoido, explicou que os investigadores estavam a acompanhar um "despacho suspeito" de três contentores carregados com bananas que viajavam num navio da Colômbia.

Ao chegar ao porto de Algeciras, os três contentores foram revistados e num deles foram encontrados 8.740 quilos de cocaína.

Esta apreensão ocorre quatro meses depois de terem sido apreendidas cerca de seis toneladas de cocaína no mesmo porto.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Rosália Amorim

Crédito: teremos aprendido a lição?

Crédito para a habitação, crédito para o carro, crédito para as obras, crédito para as férias, crédito para tudo... Foi assim a vida de muitos portugueses antes da crise, a contrair crédito sobre crédito. Particulares e também os bancos (que facilitaram demais) ficaram com culpas no cartório. A pergunta que vale a pena fazer hoje é se, depois da crise e da intervenção da troika, a realidade terá mudado assim tanto? Parece que não. Hoje não é só o Estado que está sobre-endividado, mas são também os privados, quer as empresas quer os particulares.