Apanhados no radar: centenas de pássaros levantaram voo antes de terramoto

Sismo em Oklahoma foi "pressentido" pelos animais, um fenómeno que é habitual mas que desta vez foi captado em imagens

Centenas de pássaros levantaram voo às 6:47 de sábado em todo o estado de Oklahoma, nos EUA, e os radares meteorológicos deram por isso: os movimentos surgiram assinalados a azul e verde nos gráficos, dando o alerta de que um grande número de animais, de repente, levantou voo ao mesmo tempo.

Por volta das 7 da manhã, um terramoto com magnitude de 5,6 graus na escala de Richter atingiu este estado norte-americano.

O tremor não teve causas naturais - foi provocado por exploração de hidrocarbonetos num processo chamado 'fracking' - mas obrigou o governador a declarar o estado de emergência em Pawnee County , o epicentro do fenómeno, e a ordenar a paragem das operações de prospeção. Felizmente, não foram relatados danos de grandes dimensões ou ferimentos graves.

Coincidência ou não, a verdade é que os pássaros levantaram voo 15 minutos antes de qualquer sismógrafo detetar o abalo.

O fenómeno é conhecido. Um estudo levado a cabo por investigadores do Serviço Geológico dos Estados Unidos (SGEU) esclarece que os animais conseguem sentir terramotos ou tsunamis segundos antes de eles ocorrerem. Escreve o Washington Post que no terramoto que se fez sentir em Washington D.C. em 2011 os animais do jardim zoológico entraram em pânico momentos antes de qualquer abalo se sentir na capital americana.

Segundo o SGEU, existem dois tipos vibrações que passam pelo solo durante um terramoto, sendo que o primeiro tipo não é detetado pelos seres humanos. No entanto, animais com sentidos mais apurados são capazes de sentir a onda vibratória que antecede a mais intensa.

Prever o abalo a semanas de distância?

Outra situação é "a detecção de um terramoto dias ou semanas antes de acontecer", como escreve o referido estudo. Há indícios de que alguns animais conseguem detetar terramotos com minutos, horas ou até semanas de antecedência mas ninguém percebe bem de que forma.

Há investigadores que avançam a hipótese de haver uma onda ainda de intensidade mais baixa que antecede certos movimentos geológicos, mas até hoje nunca foi medida.

A comprovar-se a sua existência, poderia levar à criação de um sistema de alerta de terramoto capaz de salvar vidas.

Ler mais

Exclusivos