Antiga enfermeira admite oito homicídios em lar de idosos

Elizabeth Wettlaufer dizia sentir intensos ataques de raiva antes dos crimes

Elizabeth Wettlaufer, de 49 anos, confessou em tribunal ter assassinado oito pessoas, admitindo ainda as tentativas de homicídio de outras seis vítimas, revela a BBC.

A antiga enfermeira canadiana confessou num tribunal de Ontário que injetava as vítimas com insulina e, numa longa declaração, disse sofrer de intensos ataques de raiva antes de cometer os crimes.

Os homicídios aconteceram entre 2007 e 2014: as vítimas, cinco mulheres e três homens, tinham entre os 75 e os 96 anos. Eram todos residentes num lar de idosos de Ontário.

A polícia abriu uma investigação ao caso no passado mês de setembro e, em outubro, a antiga profissional de saúde confessou os crimes às autoridades.

Ler mais

Exclusivos