Merkel saiu para comer batatas fritas no meio das longas negociações sobre o "Brexit"

Negociações sem fim à vista entre os líderes europeus prometem arrastar-se pelo fim de semana.

O primeiro-ministro britânico, David Cameron, voltou a reunir-se esta sexta-feira com os seus parceiros europeus para tentar alcançar um acordo que convença Londres a permanecer na União Europeia.

Esperava-se que acordo fosse celebrado esta manhã numa reunião durante um pequeno-almoço britânico que foi preparado a pedido do presidente do Conselho Europeu. Porém, está difícil um acordo final e a refeição dos chefes do Estado e do governo dos 28 tem sido adiada ao longo do dia. O que era um "english breakfast" passou a "english lunch" para depois se tornar ainda um "english dinner".

Os líderes europeus encontram-se agora reunidos desde as 20.00 (19.00 em Lisboa). Contudo, a chanceler alemã Angela Merkel parece ter-se antecipado ao jantar e decidiu sair à rua para provar uma das muitas especialidades gastronómicas que existem em Bruxelas. Impaciente, a líder alemã não hesitou em deslocar-se a um takeaway para provar as famosas batatas fritas belgas, conforme contou na sua conta de Twitter o jornalista da ITV James Mates.

Merkel foi apanhada pelas câmaras da ITV NEWS enquanto pedia as batatas acompanhadas por um molho andaluz com maionese "picante".

A ser fechado um acordo, algo que parece ser difícil de acontecer até ao final desta noite, Cameron promete fazer campanha pela permanência do Reino Unido na União Europeia e existe a possibilidade de o referendo sobre o "Brexit" ser agendado já para o mês de junho. No entanto, há vários pontos da sua proposta que chocam com a posição defendida pelos líderes dos outros Estados membros. Daí a dificuldade de entendimento, a demora e a possibilidade de este Conselho Europeu se arrastar pelo fim de semana.

Exclusivos