Na melhor universidade da China saber nadar é obrigatório

Universidade tem duas piscinas olímpicas, com 50 metros de comprimento

DN/Lusa
Primeiro-ministro chinês, Xi Jinping, foi aluno da Universidade de Tsinghua© REUTERS/Jason Lee

A Universidade de Tsinghua, considerada a melhor da China, vai obrigar os novos alunos a provar que sabem nadar, antes de completarem a licenciatura, noticia hoje o jornal China Daily.

De acordo com o diário oficial chinês em língua inglesa, os novos alunos que não saibam nadar vão ser obrigados a frequentar aulas de natação no 'campus' universitário.

O 'campus' da Tsinghua, onde se formaram muitos dos líderes chineses, incluindo o o atual Presidente, Xi Jinping, tem duas piscinas olímpicas, ambas com 50 metros de comprimento.

"Nadar é um requisito para sobreviver", afirmou o diretor do departamento de Educação Física e Ciências do Desporto da Tsinghua, Liu Bo. "É benéfico para os estudantes a longo termo, porque nadar ajuda os alunos a tornarem-se mais perseverantes", acrescentou.

A universidade aprovou aquele requisito logo após a inauguração, em 1911, mas teve que o abandonar, devido ao crescente número de estudantes.

Os alunos terão que fazer, a partir de agora, um teste de natação, que inclui os estilos livre, bruços, mariposa e costas.

Recentemente, outras importantes universidades da China, como a Universidade de Pequim ou a de Xiamen, no sudeste do país, também tornaram a natação obrigatória para os alunos.