Reunião de emergência da Liga Árabe devido a intenção dos EUA

Em causa a intenção dos EUA de reconhecer Jerusalém como capital de Israel

DN/Lusa
A Liga Árabe© REUTERS/Mohamed Abd El Ghany

A Liga Árabe convocou hoje uma reunião de emergência dos ministros dos Negócios Estrangeiros da região para discutir a intenção dos EUA de reconhecer Jerusalém como capital de Israel.

A convocação da reunião foi solicitada pela Jordânia, após um pedido da Palestina, e depois de o Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, ter comunicado a vários líderes árabes a intenção de mudar a sua embaixada de Telavive para Jerusalém.

Trump telefonou na terça-feira ao rei Abdullah II da Jordânia, ao Presidente egípcio, Abdelfatah al Sisi, e ao presidente da Autoridade Palestiniana, Mahmud Abbas, para lhes comunicar a decisão, que deverá ser anunciada hoje oficialmente às 13:00 locais (18:00 em Lisboa).

A Liga Árabe manifestou nos últimos duas a sua preocupação com a intenção dos Estados Unidos, considerando que pode "destruir por completo o processo de paz" e representar uma ameaça para a segurança e a estabilidade na Palestina e na região.

Segundo uma fonte diplomática, citada pela agência France-Presse, a reunião da Liga Árabe deverá realizar-se no sábado.

Donald Trump deverá anunciar hoje a decisão de mudar a embaixada, atualmente em Telavive, tornando-se o primeiro país a fazê-lo.

Esta decisão já mereceu uma série de críticas internacionais e vários países, como França, Reino Unido, China ou Portugal, manifestaram receios pelas consequências, nomeadamente uma escalada da violência.