Emigração portuguesa para a Suíça atinge valor mais baixo dos últimos 15 anos

Números refletem uma "perda relativa" da importância da comunidade portuguesa no país, segundo um comunicado do Observatório da Emigração

Patrícia Jesus
© REUTERS/Arnd Wiegmann

A emigração para a Suíça registou em 2017, pelo quarto ano consecutivo, uma quebra e o número de portugueses entrados naquele país foi o mais baixo desde há 15 anos, segundo dados compilados esta terça-feira pelo Observatório da Emigração.

De acordo com os dados do Office Féderal de la Statistique, do Governo suíço, citados pelo observatório, em 2017 entraram na Suíça 9.257 portugueses, de um total de 147.142 entradas de cidadãos estrangeiros.

Assim, no ano passado o número de entradas de portugueses representou 6,3% do total, o que quer dizer que a tendência recessiva da emigração portuguesa para aquele destino traduziu-se "numa perda relativa" da sua importância naquele país, refere o Observatório da Emigração em comunicado.

"Se em 2013 os portugueses representaram 12% das entradas de migrantes na Suíça, em 2017 representavam apenas 6,3%", adianta o Observatório.

Em 2013, a emigração portuguesa para a Suíça tinha atingido o valor máximo registado neste século.