Empresário português sequestrado em Caracas

Um homem de 50 anos foi intercetado por homens armados, que o mantiveram durante várias horas

Lusa

Um empresário português de 50 anos foi sequestrado esta quinta-feira por homens armados quando saía do Centro Português, na urbanização Macaracuay, no leste de Caracas, avançaram à agência Lusa fontes da comunidade local.

Segundo as fontes, o empresário foi intercetado quando saía para a sua residência na sua viatura que foi encontrada mais tarde abandonada na Av. Luís Roche, em Altamira, Chacao, também no leste da capital.

O comerciante esteve sequestrado durante várias horas, enquanto funcionários das polícias municipais de Chacao e de Sucre tentavam dar com o seu paradeiro.

Funcionários do Corpo de Investigações Científicas, Penais e Criminalísticas (Cicpc, antiga Polícia Técnica Judiciária) localizaram o empresário que foi deixado pelos raptores na autoestrada Francisco Fajardo, nas proximidades do Distribuidor Altamira.

O empresário foi atingido com uma pistola na cabeça e atendido num centro médico de Chacao.

Várias fontes insistem que a família negociou o pagamento de um resgate com os raptores.