Cidades australianas invadidas por milhares de cangurus e animais selvagens

A pior seca dos últimos 50 anos está a gerar o pânico entre os habitantes - e turistas - da Austrália devido aos milhares de animais selvagens que se dirigem para as cidades em busca de água e comida.

DN
Um canguru desesperado por beber água num poço seco © Reuters/David Gray

As cidades australianas estão a ser invadidas por todo o tipo de animais selvagens devido à maior seca dos últimos 50 anos. Os cangurus são o exemplo mais conhecido, mas todo o género de aves dirigem-se também para as zonas habitacionais onde podem encontrar comida e água.

As redes sociais e a imprensa australiana estão repletas de fotografias que testemunham a morte de inúmeros animais, a maioria delas impressionantes. É o caso de cangurus mortos, dos quais praticamente só lhes resta o esqueleto.

Além dos cangurus, são os emus - a maior ave nativa da Austrália e a que possui maior envergadura a seguir ao avestruz - a espécie que mais está a migrar em busca de sobrevivência. Pode-se ver uma fotografia que mostra três emus na rua principal da cidade de Broken Hill, que vão devorando os jardins da localidade e das casas no trajeto.

Também coisa raramente vista são as caravanas de camelos que abandonaram a costa ocidental da Austrália e já percorreram centenas de quilómetros em busca de água e comida. Esta espécie nunca tinha ido tão longe e o modo como os agricultores os estão a receber é a tiro. A Austrália é o país que abriga o maior rebanho de camelos à solta do mundo, mais de 750 mil animais.

Segundo um porta-voz do grupo Salvamento e Reabilitação dos Animais nativos da Austrália, a instituição está a receber muitos telefonemas de habitantes de várias localidades a relatarem situações de animais de todo o género desesperados em busca de água e comida. Também existem várias situações em que os emus, por exemplo, são atacados por cães

As autoridades têm pedido para as pessoas não deixarem vasilhas com água e alimentos perto das autoestradas para evitar que os animais causem acidentes. Outra das preocupações das autoridades diz respeito aos turistas que se deparam com bandos de animais selvagens e não sabem como se comportarem perante eles.