Americano morto por tribo da ilha Andamão

Indígenas habitam a ilha indiana há 55 mil anos e governo proíbe a aproximação a menos de cinco quilómetros do território.

Um turista americano terá morrido na sequência de um ataque perpetrado por uma tribo das ilhas de Andamão e Nicobar, no Oceano Índico. Esta tribo está ameaçada de extinção e o contacto com ela é considerado ilegal.

A vítima, identificada pela imprensa local como John Allen Chau, de 27 anos, terá sido levado até à ilha onde se encontravam os indígenas por pescadores. Estes terão dito que a tribo começou imediatamente a atirar flechas contra o corpo do americano, assim que este entrou no seu território, e deixado o seu corpo na praia.

"O turista é cidadão norte-americano e foi visto pela última vez no passado dia 16 de novembro pelos pescadores que o acompanharam até à ilha Sentinela do Norte", explicou Jatin Narwal, porta-voz da Polícia de Andamão, na baía de Bengala. Os pescadores que o levaram anunciaram o ocorrido a um "amigo local", que por sua vez alertou as autoridades, acrescentou a fonte.

As autoridades desconhecem até agora de que forma o turista morreu, ainda que segundo a imprensa local a vítima tenha morrido pelo impacto de flechas, pouco depois de ter posto os pés na ilha.

Frequentemente descritos como a tribo mais isolada do planeta, os habitantes da ilha Sentinela do Norte vivem em autarcia nessa ilha.

O governo indiano proíbe a aproximação a menos de cinco quilómetros da ilha.

"A ilha de Sentinela do Norte é uma área proibida, a entrada nessa ilha está restringida pela regulação para a Proteção das Tribos Aborígenes, ninguém tem permissão de lá ir", disse o porta-voz da polícia.

Segundo a organização não-governamental Survival International, em 2006, os indígenas que habitam a ilha há 55 mil anos mataram dois pescadores que se aproximavam da costa.

A população indígena das ilhas Andamão conta com 28077 indivíduos, segundo dados da Comissão Nacional Para as Tribos (NCST).

As ilhas Andamão e Nicobar, situadas a cerca de 1.000 quilómetros do território da Índia, eram pouco visitadas até à época colonial, permitindo que as tribos mantivessem intacta a sua forma de vida.

Hoje em dia, a maioria dos "andamaneses" reside em assentamentos concedidos pelo governo indiano.

Ainda assim, existem algumas tribos que vivem isoladas e baseiam a sua subsistência na colheita e na caça.

Ler mais

Exclusivos