Adolescente violada pelo irmão condenada a 6 meses de prisão por aborto na Indonésia

O irmão de 17 anos foi condenado a dois anos de prisão pelos abusos. Interrupção da gravidez é legal em caso de violação, mas tem de ser realizada até mês e meio de gestação. Jovem de 15 anos estava grávida de seis.

Uma adolescente de 15 anos, violada oito vezes e engravidada pelo irmão dois anos mais velho, foi condenada a seis meses de prisão por aborto ilegal, divulgaram hoje as autoridades locais.

As violações aconteceram desde setembro do ano passado, tendo o irmão sido também julgado e condenado a dois anos de prisão pelos abusos sexuais, segundo a fonte citada pela agência Associated Press.

As autoridades investigaram o caso após a descoberta, em maio, de um feto morto numa plantação de óleo de palma perto da aldeia de Pulau, na província de Jambi, de onde os dois irmãos são naturais.

Os dois irmãos foram detidos em junho.

O aborto é permitido na Indonésia nos casos de violação e especialmente se a saúde da mulher está em risco, mas tem de ser realizado até um mês e meio de gestação e por profissionais de saúde.

A adolescente realizou o aborto quando estava já grávida de seis meses, de acordo com uma fonte judicial, tendo sido ajudada pela sua mãe, que está também a enfrentar acusações.

Após o cumprimento das respetivas sentenças, os dois irmãos serão encaminhados para um instituto de reabilitação de crianças.

Ler mais

Exclusivos