Acidente com autocarro turístico faz 18 mortos e 30 feridos

Condutor do autocarro perdeu o controlo do veículo, invadiu a faixa contrária e caiu num barranco

Pelo menos 18 pessoas morreram e cerca de 30 ficaram feridas na Tailândia, após um autocarro turístico ter caído num barranco, no nordeste do país, informaram hoje fontes oficiais.

O acidente ocorreu na noite passada numa estrada no distrito de Wang Nam Khieo, na província de Nakhon Ratchasima, numa curva acentuada, disse à agência espanhola Efe, por telefone, uma porta-voz da divisão de Prevenção de Desastres.

Segundo a mesma fonte, o condutor do autocarro perdeu o controlo do veículo, invadiu a faixa contrária e caiu pela margem da estrada.

No autocarro viajavam 50 pessoas, 16 das quais morreram no local do acidente e outras duas no hospital, onde foram atendidas por ferimentos outros 32 passageiros.

A viatura tinha sido fretada por um grupo de turistas da província de Kalasin, no nordeste do país, que regressavam a casa após passarem uns dias de férias na região costeira de Chantaburi.

Os acidentes rodoviários são frequentes na Tailândia devido ao escasso respeito pelas normas de tráfico e a condução perigosa dos condutores profissionais, que em muitos casos fazem jornadas de mais de 12 horas na estrada.

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), as estradas da Tailândia, onde morrem anualmente 24 mil pessoas em acidentes, são as segundas mais perigosas do mundo.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Brexit

"Não penso que Theresa May seja uma mulher muito confiável"

O diretor do gabinete em Bruxelas do think tank Open Europe afirma ao DN que a União Europeia não deve fechar a porta das negociações com o Reino Unido, mas considera que, para tal, Theresa May precisa de ser "mais clara". Vê a possibilidade de travar o Brexit como algo muito remoto, de "hipóteses muito reduzidas", dependente de muitos fatores difíceis de conjugar.