À procura do local perfeito para casar eles partiram à aventura

Abdicaram de um casamento tradicional e percorreram paisagens naturais à procura do local perfeito para casar. Encontraram-no na Islândia

Jeremy e Rachelle Garret queriam casar-se, mas não da forma tradicional. Trocaram a cerimónia, o vestido de noiva e o copo de água com amigos e família pela aventura e a natureza e decidiram viajar. Fizeram as malas, partiram para a Islândia e casaram-se quase às escondidas.

"Nunca quis um casamento grande e tradicional", contou Rachel ao Huffington Post. "Nunca sonhei com o meu casamento perfeito como as minhas amigas". Mas Rachel não abria mão do local perfeito e, por isso, percorreram a Islândia até encontrarem o sítio perfeito para trocar os votos.

O casal, que vive no Canadá, levou consigo apenas um fotógrafo para registar cada momento nas paisagens naturais do país. Troy Moth, o fotógrafo, descreveu numa publicação quão destemidos Jeremy e Rachel eram: "eles faziam caminhadas em glaciares e sob cascatas".

O casal, que começou a viagem em setembro, aproveitava para "relaxar em nascentes de águas quentes e brincar com cavalos", segundo o fotógrafo.

"Eles achavam que quando encontrassem o lugar para casar saberiam imediatamente", continua o companheiro de viagem.

E foi exatamente o que aconteceu. "Quando encontrámos o lugar, eu senti imediatamente borboletas no estômago", contou Rachelle. "Eu disse ao Jer: 'o lugar é este'. Ele também o sabia".

O casal trocou os votos e disse "sim" nas ruínas de uma igreja abandonada. Segundo Moth, a única testemunha, a igreja era o único local para sobreviver a erupção vulcânica que tinha acontecido muitos anos antes. A lava que saía de vulcão rodeou a igreja e poupou-a.

No fim da aventura, voltaram para casa casados e com um álbum de fotografias invejável.

Ler mais

Exclusivos